Jornal do Papi
 

Sonho estranho

Sonhei que estava deitado sobre uma mesa de pedra em alguma ruína de algum país longínquo. Um feiticeiro, eu acho, com uma gema brilhante de pedra turquesa colada na testa, falava coisas que eu não compreendia. Não conseguia me mexer, parecia que estava sob efeito de ervas, já que fumaças se desprendiam de queimadores e nas paredes, archotes ardiam, iluminando a sala onde nos encontrávamos. De repente, o feiticeiro começou a perfurar minha cabeça com um instrumento circular, criado de propósito para esse efeito, que possuía uma ponta com várias lâminas e que ao provocar-se a rotação no extremo oposto, começava a furar meu crânio. Quando terminou, minutos depois, pude sentir muitos pensamentos saindo da minha testa pelo buraco aberto pelo sacerdote que, a essa altura, invocava algumas entidades. Sentindo-me livre de espíritos ruins, comecei então a levitar, solto das amarras que me prendiam... Desnecessário dizer que acordei bem, bastante disposto para mais um dia de tarefas e trabalhos, apenas sentindo uma leve dor de cabeça!



Escrito por S. Papi às 16h56
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 

HISTÓRICO



OUTROS SITES
 O site do Sergio Papi
 UOL
 UOL SITES


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!